ÁREA EXCLUSIVA PARA MEMBROS

Esqueceu a senha?

Digite abaixo seu e-mail de cadastro para receber sua nova senha de acesso.

Voltar

Estas redes e centrais reúnem empresas de segmentos específicos, com o objetivo de proporcionar o incremento dos negócios das associadas por meio do acesso a novos mercados, gerando redução de custos e aumento da competitividade e lucratividade. Para tanto, as redes e centrais realizam ações conjuntas de compra de mercadorias e insumos, aquisição de equipamentos e sistemas de gestão, além de realizarem propaganda e promoções compartilhadas, capacitação de gestores e colaboradores e outras ações de interesse coletivo. Em todo o Brasil estão em operação aproximadamente 800 redes e centrais de negócios que congregam micro e pequenas empresas de diversas atividades econômicas como supermercados, farmácias, material de construção, serviços automotivos, salões de beleza, pet shop, óticas, suprimentos de informática, móveis e eletrodomésticos, indústrias de sorvetes e de panificação, empresas de Tecnologia da Informação (TI), entre outros segmentos empresariais. Já o Ceará é um dos destaques do país em número de redes e centrais de negócios. Conforme levantamento realizado pelo Sebrae, o estado ocupa a quarta colocação no ranking brasileiro e a primeira do Nordeste com um total de 51 redes associativas de negócios em funcionamento, envolvendo 1.100 empresas associadas e contribuindo para a geração de mais de 18 mil postos de trabalho. Somente o segmento do varejo alimentar cearense, que é formado por supermercados e pequenos mercadinhos, possui um total de 20 redes e centrais de negócios em funcionamento, com 347 empresas envolvidas, numa média de 17 empresas associadas por Rede/Central.

Comentários

Para poder comentar, por favor faça seu login clicando no botão abaixo.

Login