ÁREA EXCLUSIVA PARA MEMBROS

Esqueceu a senha?

Digite abaixo seu e-mail de cadastro para receber sua nova senha de acesso.

Voltar

Nem todo mundo sabe, mas neste ano da graça (ou falta dela) de 2022, o mundo registra 44 países sem saída para o mar. São os chamados landlocked countries - ou double landlocked, quando confinam com nações igualmente enclausuradas.

Tomo o fato de empréstimo à geografia política apenas para perguntar: quem é que no trabalho (também poderia dizer “na vida”, mas aí ia virar papo de guru) eu dizia, quem é que no trabalho nunca se sentiu landlocked, quer dizer, cercado de problemas por todos os lados?

E o que fazer neste cenário ao qual, para piorar, a pandemia veio acrescentar uma segunda fronteira de isolamento? Seguir o exemplo da Eslovênia que empurrou a Itália um pouco para a direita, a Croácia um pouco para a esquerda, e cavou 47 km de costas no Adriático?

Ou ficar com o Liechtenstein, a Suíça, a Áustria e tantos outros que, em vez de lamentar a condição de oceanlessness ou partir para a beligerância, viraram-se para dentro e usaram sua força interior (com perdão do trocadilho)?

Se me permitem meter a colher, fico com the latter. A saída não é mais competir - roubando espaços uns aos outros - mas sim colaborar. Mesmo porque só está realmente cercado quem coloca a solução fora do perímetro que o cerca.

Agora, sim, virou papo de guru.

Comentários

Para poder comentar, por favor faça seu login clicando no botão abaixo.

Login

LEAG GROUP SA / SWITZERLAND.
© Todos os direitos reservados.